segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Paradise.


Mãos firmes e toque leve, eu gosto que segure nas minhas pernas, eu invento histórias mais interessantes que a minha vida sem querer, uma garrafa de vinho e você conhece minha vida com todos os detalhes exagerados que meus sentimentos transbordam, mas vou lhe dizer coisas verdadeiras, essa noite a temperatura parece perfeita e eu quase sempre sinto muito frio, e eu tenho uma obsessão com as suas mãos. Eu não gosto de verdade de um beijo a muito tempo, já fechei os olhos enquanto transava e tentei imaginar outra pessoa, as vezes penso em Jim Morrison, mas agora com as luzes do meu quarto apagadas e as velas acesas e todos esses contornos, e todas as palavras que ninguém está dizendo, seus olhos parecessem enormes, e tem um arrepio no corpo, ele vibra no meu ventre, a sua boca é a coisa mais linda que eu já vi, gostaria que fosse minha.
Meu beijo é tão bom quanto o seu?
Eu gosto da sua pele, eu tenho uma pele boa e é sua, por agora.
Eu estou alterada demais pra saber se é real, todos os meus sentidos estão ligados no máximo  por favor eu quero os seus lábios me beijando lento com toda força que você puder, porque eu sou assim, eu gosto assim entende?
Forte e lento.
Seja intenso e desesperado quando eu disser que é a ultima vez, mas essa é a primeira, eu gostaria de ter a impressão de que não vai acabar nunca, não importa o que eu disse antes de beber, não pense que é mais esperto que eu ou que está se aproveitando, é um tolo se pensar isso, não pense em nada faça o que quiser eu estou sedenta e meu coração partido nada tem a ver com isso.
Não pense que eu não sei que você também gosta de palavras bonitas, você tem um ego assim como o meu, não tão bonito quanto o seu corpo mas gosta de vê lo inflamado, sinto cheiro de baunilha na sua pele, adoro baunilha a minha pele cheira a jasmim, e não sei porque mas há um toque amadeirado no ar quando seu cheiro mistura com o meu, somos doces e amadeirados.
Não é sempre que gosto que toquem nos meus seios, mas você tem permissão pra isso, porque eu sinto seu toque com muito mais intensidade, e eu desliso os dedos pelo seu rosto, eu gosto da textura do seu cabelo, eu não sei com quanta força eu estou puxando, ou forçando minhas pernas contra as suas eu sei que você aperta e eu não sinto dor, eu sinto muito muita coisa ao mesmo tempo pra me importar com dor.
Eu sempre me senti tão frigida e tão indiferente a maioria dos homens que me tocaram, mas você não é como eles, você é o paraíso.
É o jeito como você me olha faz com que você não precise mentir pra mim e não sinto vergonha de todas as arfadas e gemidos ou de fechar os olhos e inclinar a cabeça pra trás ou com o barulho que a minha cama faz, pertenço a você e eu quero pertencer quero a escravidão de bom grado, eu ordeno! Eu quero o paraíso, mas quero queimar primeiro, o amor é minha maldição, é o que faz de mim mulher, acredito nisso mais a cada suspiro e morreria por isso, eu vivo esse personagem porque sua língua dentro da minha boca é uma parte do meu corpo agora e eu não gostaria de sexo oral, eu não descolaria nossos corpos nem por todo ouro do mundo, nem que fosse possível chover sobre nós dentro desse quarto, eu estive fria tempo demais.
Tudo o que eu quero é amar, e amor as vezes não é o suficiente pra mim, eu posso não amar você amanha, mas hoje você é mais do que o bastante.
Eu posso jurar que não estou chorando, eu quero dizer seu nome mesmo que pareça fazer esforço demais, eu quero dizer mesmo com todo o seu peso sobre o meu corpo, me puxando pra cima e enquanto eu te puxo pra baixo, agressividade passiva, violência suave, somos fortes, intensos e lentos, eu faço qualquer coisa que você quiser, eu sou o que você quiser, eu sou sua por agora e pra daqui a mil anos, você não precisa jurar só preciso que olhe pra mim!
E você olha eu me sinto invadida por algo que correr muito rápido por todas as minhas veias e vai queimando eu não sei porque essas lagrimas estão escorrendo do meu rosto, ou porque estou gritando em unissonoro com você e sinto minhas unhas rasgarem a carne das suas costas eu não abro meus olhos porque o seu grito também não se parece com dor, eu me calo e te calo, te beijo giro meu corpo pra cima do seu, suas mãos sobem pelas minhas pernas e apertam meus quadris eu não consigo para-los enquanto estamos conectados suas mãos subiram minha cintura está envolvida eu suspiro você levanta os olhos sobre os meus seios e eu digo o que eu nunca quis tanto não conseguir dizer.
- Je t'aime
Eu estou quente ainda enquanto você me deita, força seu corpo ainda quente, apesar da nossa pequena morte, como alguém que acabou de ter mais do que uma boa transa você sussurra pra mim
- Je t'aime, mais je dirai que la seule fois, parce que mon amour, nous lapider.

E de todas as verdades que eu já contei a você essa foi a mais perfeita mentira que eu podia ter vivido.







Notas: Tradução;  (Eu te amo, mas só te direi uma unica vez, porque meu amor, nós estamos chapados)